IA exige infraestrutura especializada e de alto desempenho

IA exige infraestrutura especializada e de alto desempenho

Compartilhe:

Por Julio Moretti – CEO do Grupo Qualitat

Se a sua empresa está em constante atualização é provável que esteja em um destes três grupos:

1. as que já implantaram uma plataforma de Inteligência Artificial,

2. as que estão em fase de testes com a plataforma

3. ou as que estão avaliando o que essa tecnologia pode fazer pela organização.

“Companhias estão ansiosas para adotar o recurso de IA. Uma pesquisa da IDC, empresa de inteligência de mercado, que analisa e prediz as tendências tecnológicas, mostra que até 2021, a receita de fornecedores de software cognitivo e infraestrutura para esses servidores chegará em US$ 10 bilhões e US$ 9 bilhões, respectivamente”

Aquelas empresas que ainda estão considerando a implementação, provavelmente, ainda não descobriram o objetivo comercial das iniciativas de IA (ninguém quer investir em uma nova tecnologia simplesmente porque é nova). E elas podem se inspirar nas que já deram uso bem definido para a tecnologia. Alguns exemplos rápidos: análise de fraude e investigação, inteligência automatizada contra ameaças e sistemas de prevenção, automação de TI, abastecimento e logística e consultores de compras e recomendações de produtos.

A diversidade de aplicação de IA é grande hoje. E uma vez decidido pela tecnologia, visando a competitividade diante da concorrência, é preciso garantir que o investimento não se torne um problema. A IDC descobriu que a maioria das empresas que utilizam IA, em algum momento, atingiram a chamada “parede de infraestrutura” – um termo adaptado dos esportes, quando o atleta é confrontado com fadiga súbita e uma perda imediata e dramática de energia. A expressão aqui serve para descrever empresas que estão enfrentando problemas com sua infraestrutura por conta das altas cargas de trabalho de IA.

É então que começa uma busca incessante pela infraestrutura adequada. A mudança para um sistema com maior desempenho do processador, maior largura de banda de E/S e aceleradores é uma decisão lógica. Mas ainda há incerteza na configuração ideal. Está claro: as empresas estão experimentando não apenas o software de IA, mas também a infraestrutura para executá-lo.

E é neste momento que vamos falar de Power9, uma arquitetura transformacional e uma mudança evolutiva das formas de computação. POWER9 tem a tecnologia necessária para que IA possa prosperar. O produto de IBM Power Systems traz aceleradores avançados como GPUs e FPGAs impulsionando cargas de trabalho modernas, incluindo inteligência artificial.

O fundamento do POWER9 é permitir que os clientes combinem uma ampla gama de aceleradores para atender às suas necessidades de computação de IA e capacitá-los para digerir e analisar conjuntos de dados maciços. O resultado? Um desempenho incrível. Por conta disso, será a primeira plataforma comercial com suporte on-chip para a próxima geração de NVLink da NVIDIA, OpenCAPI 3.0 e PCI-Express 4.0.

Vamos juntos em direção à era cognitiva!

A Qualität é um parceiro Gold IBM e está pronta para ajudar nossos clientes nesta jornada.