Segurança integrada as exigências do século 21

Segurança integrada as exigências do século 21

Compartilhe:

O poder da informação é atualmente um dos ativos mais importantes das empresas, e talvez, o mais frágil. Por conta disso, empresas dos mais diversos portes se preocupam (ou deveriam se preocupar), com a integridade, disponibilidade e confiabilidade dos dados utilizados para gerar insights estratégicos.

 

A empresa que assegura confiabilidade integral a suas informações já está na frente das concorrentes apenas pela garantia de continuidade da companhia em seu ambiente, frente às práticas cada vez mais baseadas em dados.

 

Conforme as organizações embarcam na transformação digital, existe a necessidade primordial da privacidade e proteção de todos os dados empresariais, sejam eles de mercado, funcionários, clientes ou empresas parceiras. Novas leis de cuidado de informações coletadas e regulamentações cada vez mais bem formatadas auxiliam neste controle, porém, também trazem desafios que devem ser adaptados na arquitetura de uso destas informações.

 

É importante ter entendimento completo de dados sigilosos e seus riscos, de modo a minimizar ameaças que prejudiquem a reputação da empresa ou de possíveis envolvidos. Para evitar este tipo de incidente, assegurar que todas as ações estejam em conformidade com regulamentações, normas e leis de privacidade é mais que necessário, tornando-se vital para a monitoria efetiva de atividades de risco.

 

Armazenamento definido por software (SDS) eleva a segurança das informações

Estruturas adaptadas para Cloud simplificam o gerenciamento de operações, além de permitir integração sem complicação de sistemas híbridos para melhor interagir com as necessidades de cada negócio. Ambiente de computação e Cloud híbridas são consideras o futuro a ser implementado em soluções de TI, para melhor proteção e recuperação rápida de dados.

 

O IBM Spectrum Protect e o IBM Spectrum Protect Plus fornecem poderosa recuperação e proteção de dados corporativos, juntas, as soluções fornecem a máxima eficiência em proteção de dados para conjuntos de ambientes virtuais e físicos, definidos por software e Cloud.

 

Erros comuns que podem afetar a segurança dos dados

Não ter planejamento de segurança de dados é o maior erro que as empresas podem cometer, ao não realizar levantamento sobre quais informações necessitam maior proteção, as companhias não tomam o devido conhecimento a respeito do valor real de seus dados e das fragilidades a serem corrigidas na infraestrutura.

 

Com isso, conseguem tampouco gerenciar de maneira efetiva seus ambientes críticos, falhando nas fases primordiais de monitoramento de dados, percebendo os incidentes apenas depois de ocorrerem, sem a mínima oportunidade de detectar, com antecedência, falhas na estrutura ou por conta de má condução das informações coletadas.

 

Além de realizar delineamento consistente, é crucial que ocorra o alinhamento de todas as políticas de proteção de dados da empresa com as leis vigentes, e também, disposição consistente com a diretoria para que qualquer dificuldade de estrutura possa ser resolvida dentro da real importância que se apresentam.

 

Para gerar produtividade em toda essa gama diferente de informações é importante estar atualizado com todas as regulamentações vigentes, mas, além disso, é vital alinhar a estrutura de utilização de dados aos objetivos da empresa, para que os insights criados sejam seguros, usáveis e não tragam mais problemas que benefícios ao longo do tempo.