20 pontos que você pode e/ou deve considerar na adoção da jornada de backup em nuvem

20 pontos que você pode e/ou deve considerar na adoção da jornada de backup em nuvem

Compartilhe:

Por Julio Moretti – CEO do Grupo Qualität.

Atualmente, dados são considerados um dos principais ativos das empresas, e a possibilidade de insights de qualidade a partir do trabalho realizado com informações sobre o mercado, consumidores e, inclusive, situações internas, são fatores imprescindíveis na estratégia de negócio.

Para alcançar o real valor das informações, as empresas devem investir em recursos adequados para a proteção destes dados, assim como na recuperação rápida no caso de incidentes.

Com isso, é natural que ocorra o aumento da pressão nos departamentos de TI, que precisam garantir uma disponibilidade de dados contínua, sem que isso interfira na segurança e usabilidade das informações.

Nos últimos anos, o conceito de uma estrutura de armazenamento secundário foi adotado, no qual os dados são atribuídos ao armazenamento primário ou ao armazenamento secundário, dependendo da importância da execução das cargas de trabalho.

Ao analisar mecanismos de proteção de dados mais tradicionais, podemos ver que em muitos casos, os ambientes de backup eram considerados como segunda prioridade, em comparação com os ambientes de produção. Eles não precisavam de flash drives rápidos, mas precisavam de capacidade. Em outras palavras, a TI criou uma camada separada de infraestrutura para a proteção de dados. O motivo é que os ambientes de backup normalmente não precisam do nível de desempenho exigido com a frequência dos sistemas de missão crítica.

O armazenamento secundário contém todas as cargas de trabalho que não requerem armazenamento primário para funcionar. O armazenamento primário tem então, seu foco concentrado em velocidade e capacidade suficientes para executar as cargas de trabalho críticas e o armazenamento secundário executa todo o resto. Em muitos casos, embora os sistemas de armazenamento secundário provavelmente ainda utilizem em um grau SSDs baseados em flash, o foco do armazenamento secundário é mais voltado para garantir capacidade suficiente para todas essas cargas de trabalho secundárias.

O Grupo Qualität IT, em um dos seus pilares de atuação, oferece soluções pensadas para aumentar a produtividade de sistemas de backup e proteção de dados, já altamente confiáveis, para que as empresas tenham mais confiança sobre suas informações e dados armazenados, não importando seu tamanho ou segmento.

Convido-os para uma leitura mais aprofundada sobre os cenários para o Storage Secundário, e também para conheçer as nossas soluções de backup e proteção de dados, elas são customizadas e agregam muito valor ao teu negócio.

Abaixo, destaco 20 pontos que você pode e/ou deve considerar na adoção na jornada de backup em nuvem.

 

  Backup e Restauração 

1. Proteger automaticamente os dados sem a necessidade de expandir a infraestrutura on-site, e nem sobrecarregar as atividades de administração da equipe de TI.

2. O modelo OpEX (versus CapEX) permite empresas pagar somente pelo que foi usado, melhorando o custo total da propriedade.

3. Confiabilidade, durabilidade, recuperar o dado de forma ágil e com baixo custo ativando uma infraestrutura de nuvem pública.

4. Seus dados podem ser totalmente criptografados durante o envio para a nuvem onde o fornecedor de cloud não vai ter acesso à informação.

 

  Disaster Recovery (DR) 

1. Eliminar a necessidade de replicar 100% do ambiente produtivo para um site secundário. O DR em nuvem é disponível apenas sob demanda, enquanto um DR tradicional está ativo na sua grande maioria.

2. A possibilidade de replicar as maquinas virtuais para qualquer localização global, torna o evento mais eficiente.

3. Com as maquinas virtuais replicadas off-site, o RTPO pode ser reduzido para minutos. Os sistemas baseados em Cloud permitem às empresas armazenar e replicar as máquinas virtuais para múltiplas regiões, obtendo mais proteção e redundância.

 

  Armazenamento 

1. Armazenamento mais eficiente, combinado com tecnologia de desduplicação, permite um custo efetivo de dados retidos à longo prazo.

2. Simplificar o método de arquivamento reduz custo e elimina a dependência e manuseio de fitas, que é um processo manual e suscetível à erros e falhas mecânicas.

3. Por estarem armazenados em nuvem, a base de dados estará sempre disponível, atendendo às necessidades de negócio, legais e de conformidade.

 

  Testes e Desenvolvimento 

1. Sistemas de Teste/Desenvolvimento replicados podem ser instantaneamente transacionados conforme demanda, sem a necessidade de um Hardware ou Software para obter flexibilidade e rapidez.

2. Com a cópia da máquina virtual na nuvem, os testes de validação podem ocorrer paralelamente, sem afetar o que é realmente crítico no ambiente de produção.

3. Uma única máquina virtual pode ser gerenciada de forma centralizada e replicada quantas vezes for necessária, mesmo que em testes/desenvolvimento envolvendo diversas localidades.

4. Como você pode redirecionar as maquinas virtuais, não existe a necessidade de separar ambiente de teste/desenvolvimento.

 

  Análise de dados 

1. Analisar o backup para entender os riscos e desafios em dados dormentes , crescimento de storage e classificação de dados.

2. Um modelo de armazenamento em nuvem pode aumentar a visibilidade de um dado existente, e posteriormente pode ser utilizado trazendo um valor adicional ao negócio sem custos adicionais.

 

  Conversão de Arquitetura 

1. É uma única fonte de dados – não múltiplas fontes de dados – o que possibilita economizar recursos gastos em movimentos de dados entre sistemas, eliminando redundâncias.

2. Organizações podem “ligar e desligar” estes serviços sob demanda para uma nuvem publica já existente, tais como AWS, Azure, entre outras.

3. Convergir múltiplas cargas de trabalho e junta-las em uma ‘única vitrine’ enquanto ganha a garantia que seus dados, armazenados publicamente na infraestrutura da nuvem, adere aos regulamentos globais de privacidade.

4. É uma única fonte de dados – não múltiplas fontes de dados – para que você economizar em recursos gastos em movimento dados entre sistemas, e eliminar redundâncias.