Modernize a infraestrutura de armazenamento  que sua empresa já possui

Modernize a infraestrutura de armazenamento que sua empresa já possui

Compartilhe:
No caminho em direção a uma infraestrutura multicloud híbrida é preciso refletir sobre as possibilidades de modernização do que a sua empresa já possui.
Felizmente, essa atividade não é algo que requer esperar um contrato expirar ou que o crescimento de dados leve a uma nova compra de hardware. É possível começar imediatamente.
A primeira ideia que sugerimos é que as opções estratégicas de armazenamento estão mais relacionadas com a base de software que você escolhe do que o hardware em que está sendo executado no momento.
Muitos de nós estamos acostumados com sistemas de armazenamento que possuem recursos vinculados a eles. No futuro, os recursos podem ser portáteis. Aqui estão alguns conceitos fundamentais a serem considerados:
Agilidade: existem muitas justificativas para mover dados sem interrupção entre os sistemas de armazenamento. Expiração de contratos, otimização de desempenho, mudanças de tecnologia ou de fornecedor e classificação por camadas (tiering) para colocar os dados certos no hardware certo, apenas para citar algumas razões. A base certa de software de armazenamento pode facilitar isso, independentemente da sua escolha de fornecedores de hardware.
Ponte: a tecnologia de armazenamento está vinculada a mudanças. O Unix está em declínio, o Windows e VMware são grandes. Linux, containers e Kubernetes estão em ascensão. Alterações como essas nem sempre esperam que seu contrato de hardware de armazenamento expire. Por outro lado, o software pode ser atualizado e se adaptar muito mais rapidamente.
Nuvem: diferentemente de um hardware físico, os recursos de software e suas APIs associadas podem ser implementadas em data centers tradicionais e em ambientes multiclouds híbridos. Falaremos mais sobre por que isso é importante a seguir.
Redução de dados: técnicas de redução de dados como deduplicação e compactação podem realmente ajudar você a economizar custos com infraestrutura. Mas, se sua empresa é como a maioria das organizações, possui ou aluga muito hardware de armazenamento que é anterior às técnicas de redução de dados. Com a base certa de software de armazenamento, você pode ampliar a redução de dados em todo o seu armazenamento, antigo e novo, para armazenar mais dados no armazenamento que você já possui.
Criptografia: o mesmo pode ser dito para a criptografia. O custo comercial e a frequência de incidentes cibernéticos continuam aumentando. A base certa de software de armazenamento pode melhorar a resiliência cibernética, criptografando os dados em repouso em TODO o seu armazenamento.

 

  O armazenamento pode simplificar suas operações 

Atualmente, a maioria das áreas de TI possui sistemas de armazenamento on-premises de vários fornecedores. Frequentemente, elas também dispõem de uma plataforma de monitoramento e gerenciamento específica para cada um desses sistemas. Pode ser complicado, e a complicação pode contribuir para gerar tempo de inatividade.
No que se refere ao armazenamento, você pode pensar de maneira diferente sobre as ferramentas de monitoramento e gerenciamento. Primeiro, pense de forma heterogênea. Por que ter um conjunto diferente de APIs, procedimentos e interfaces para cada sistema de fornecedor diferente? Escolha uma abordagem consistente baseada em software, que ofereça suporte a todos os fornecedores de hardware com os quais sua empresa trabalha.
Depois, pense em nuvem. Existem alguns benefícios importantes que você pode obter. As nuvens podem abrigar data lakes com dados de telemetria anonimizados, relacionados a milhares de sistemas de armazenamento de empresas do setor de atividade de sua organização. Uma solução de análise de dados pode ser alimentada com esses dados, oferecendo insights sobre boas práticas de mercado. Algumas nuvens também têm serviços de IA que podem ser utilizados para ajudar sua empresa a ser mais proativa no gerenciamento do ambiente e na solução de problemas. E, finalmente, se suas ferramentas estiverem sendo executadas no formato de SaaS (software como serviço) na nuvem, outras pessoas serão responsáveis por mantê-las em funcionamento. É como ter uma extensão da sua equipe de operações.

 

  A infraestrutura de armazenamento físico continua a ser importante 

Esses primeiros pensamentos reforçam a ideia de que as escolhas estratégicas de armazenamento se referem mais sobre a base de software que você escolhe, do que o hardware em que está sendo executado.
É verdade que o software que cria essa base de armazenamento é talvez o segmento que mais cresce no setor de armazenamento, mas isso não significa que a infraestrutura de armazenamento físico não seja importante.
Um dos fatores que impulsionam a onda do software é que esse estilo de desenvolvimento de infraestrutura de armazenamento permite a adoção mais rápida de novas inovações de hardware.
Pense nisso por um momento. Se sua infraestrutura é baseada em sistemas de armazenamento, que têm cada um as suas próprias APIs e procedimentos, pode ser bastante caro inserir “algo novo”. Muitas vezes vemos líderes de TI que desejam desesperadamente implementar alguma inovação, mas precisam esperar até que o seu fornecedor preferido a introduza. Por outro lado, se sua infraestrutura utiliza uma base estratégica de software que suporta quase todas as plataformas de hardware, você pode reagir rapidamente e inserir novos elementos em sua infraestrutura sem precisar alterar APIs ou procedimentos.
Em um estudo recente chamado “TechBrief: Persistent Memory and Storage-Class Memory”, o IDC detalhou os benefícios econômicos de se investir em matrizes totalmente flash versus sistemas tradicionais de unidades de disco rígido (HDD). Suas descobertas sugeriram economias em 6 áreas:
1.    São necessários muito menos dispositivos, devido aos dispositivos com capacidade significativamente maior;
2.    Menor consumo de energia e espaço físico em uma base de Watts por Terabyte e Terabyte por unidade de rack;
3.    Necessidade de menos servidores, com a melhor utilização das CPUs devido a latências 10 vezes mais baixas que os HDDs;
4.    Menores custos de licenciamento de software, impulsionados pela necessidade de menos servidores;
5.    Custos de administração mais baixos, pois o tempo gasto ajustando o desempenho das unidades de disco lentas é basicamente zero com os sistemas de matriz all-flash (AFAs);
6.    Maior confiabilidade, porque a mídia solid state é eletrônica, enquanto os HDDs são mecânicos.
Segundo o estudo, a transição de matrizes baseadas em HDD para matrizes totalmente flash para consolidação de cargas de trabalhos primárias mistas apresentou uma economia de 60 a 80% para a maioria das organizações, durante a vida útil de uma matriz de armazenamento corporativo. O principal é saber que projetar a infraestrutura de armazenamento para absorver as mais recentes inovações de hardware pode ser muito importante.

 

  Duas inovações impactantes que merecem atenção: a NVMe (Non-Volatile Memory Express) e a Storage Class Memory (SCM) 

Desde meados da década de 90, os sistemas de unidades de disco rígido foram criados com base no protocolo SCSI (Small Computer System Interface). Com o surgimento dos aplicativos executados em multiclouds híbridas e as demandas de desempenho que eles geram, um grupo muito pequeno de empresas, incluindo a IBM, começou a distribuir sistemas flash personalizados por volta de 2012. Com a velocidade desses sistemas, ficou claro que um era necessário um protocolo de performance muito mais alto.
A NVMe é o novo padrão e agora está maduro. Um dos principais motivos pelos quais os líderes de TI o estão adotando é pelo fato de ajudar a aumentar a densidade da infraestrutura, porque fornece um rendimento mais previsível e mais rápido. Dito de outra maneira, a NVMe ajuda a reduzir o consumo de energia e espaço, para atender a um requisito específico das aplicações.
Outro padrão que surge é a Storage Class Memory (SCM). A SCM é uma camada de desempenho contínuo ainda melhor do que a NVMe Flash, aproximadamente 1/8 da latência, que mais da metade dos usuários da NVMe espera testar antes do final do ano.

 

  Conclusão 

Com a base certa de software, independentemente da infraestrutura, é possível adotar rapidamente essas novas tecnologias e mover dados importantes de forma transparente para elas, com o objetivo de obter o máximo benefício.
Se você escolher algumas das etapas de modernização que discutimos neste artigo, provavelmente gerará uma economia significativa e lhe possibilitará a liberdade de fazer várias escolhas produtivas.
Trabalhe com um fornecedor que tenha experiência baseada em casos de uso específicos e que possa auxiliá-lo a desenvolver uma estratégia e um planejamento adequados, que orientem tanto as decisões referentes às soluções técnicas e conceituais, visando atender as necessidades corporativas, com o melhor retorno sobre o investimento.
O Grupo Qualität é formado pelas integradoras Qualität IT e O2TB, somos uma consultoria que auxilia nossos clientes a se preparar para os desafios da Transformação Digital e a obter a agilidade, rapidez e escalabilidade necessárias para melhorar a experiência dos seus clientes e oferecer melhores produtos e serviços de forma mais rápida.
Com mais de 20 anos de experiência, estamos preparados para acelerar e impulsionar os nossos clientes e a criar parcerias duradouras e agregadoras.
Tem um projeto em mente? Entre em contato conosco.