Por que mudar para o Software-Defined Storage?

Por que mudar para o Software-Defined Storage?

Compartilhe:
O SDS (Software-Defined Storage), ou armazenamento definido por software, é uma camada de software para a virtualização, unificação, proteção e gestão de todos os dispositivos de armazenamento de dados dentro de um Data Center. Assim como os hipervisores virtualizam o hardware de servidores para Máquinas Virtuais (VMs), o SDS virtualiza o hardware de SAN e NAS como discos virtuais.
A Storage Networking Industry Association define o SDS como armazenamento virtualizado com uma interface de gerenciamento de serviços, incluindo automação, interfaces padrão, escalabilidade e transparência.
O modelo definido por software é uma forma mais moderna de criar uma nova arquitetura para sua infraestrutura de armazenamento, separando o software de armazenamento do hardware de armazenamento.

 

  DESAFIOS NO ARMAZENAMENTO DOS DADOS CORPORATIVOS  

A maioria das empresas hoje continua lutando com grandes desafios de armazenamento, entre eles:
  • Altos custos de hardware e software;
  • Problemas de latência;
  • Tempo de inatividade de armazenamento;
  • Migrações complexas;
  • Consolidação de ambientes;
  • Gerenciamento de silos de dados;
  • Crescimento exponencial de dados.
O SDS é uma solução mais moderna que aborda todos os pontos problemáticos que sua organização pode estar enfrentando.
Independentemente do hardware de armazenamento que você possui, o software é a central de comando e controle que determina quais funções, recursos, serviços e benefícios você poderá oferecer aos seus ambientes, aplicativos e usuários finais.
Modernizar a forma como as empresas lidam com o armazenamento de dados deixou de ser um projeto de TI e passou a ser uma iniciativa corporativa para suportar crescimento e transformação.

 

  OS BENEFÍCIOS DO SOFTWARE-DEFINED STORAGE  

O modelo SDS oferece uma ampla gama de benefícios, entre eles:

Abstração

O SDS trabalha sobre uma camada de abstração. Portanto, não é preciso configurar o hardware fisicamente para definir o espaço a ser utilizado, isso é feito pela camada de software.

 

Virtualização

A virtualização traz a capacidade de reunir diversos tipos de dispositivos de armazenamento de dados, como discos, fitas etc., e apresentá-los como um dispositivo virtual que é gerenciado pela camada de software.

 

Automação

O SDS automatiza a configuração de recursos de armazenamento dos dados e traz um novo patamar de produtividade para o trabalho dos administradores de sistemas.

 

Escalabilidade

Todos os recursos de software e hardware são apresentados como um pool de serviços de armazenamento. Esses recursos podem ser alocados conforme a necessidade dos sistemas e dos processos de negócio, de forma dinâmica e acompanhado as necessidades das empresas alocáveis.

 

Flexibilidade

O SDS pode trabalhar com armazenamento interno, externo ou cloud. Desta forma a organização consegue integrar seu ambiente de armazenamento, evitando desperdícios e aumentando a velocidade de resposta da área de TI.

 

 IDC Technology Spotlight, May 2018

IDC Technology Spotlight, May 2018

 

  O DATA CENTER MODERNO PRECISA DO SDS  

Em muitos ambientes de TI, as equipes gastam até 50% do tempo migrando dados. Depois de adotar o armazenamento definido por software, as migrações tornam-se uma tarefa muito mais simples e menos propensas a problemas.
O data center moderno exige que os dados sejam confiáveis ​​e estejam disponíveis o tempo todo. Isso geralmente significa incorporar tecnologias de armazenamento que suportam clusters síncronos e locais, replicação assíncrona para recuperação de desastres e proteção contínua de dados.
Aqueles que passaram por um desastre ou uma falha de armazenamento entendem que o aspecto mais importante da garantia de disponibilidade é o processo de recuperação. Idealmente este processo deve ser instantâneo e automático, não exigindo intervenção humana, resultando em impacto zero para usuários e aplicativos.
À medida que as áreas de TI precisam otimizar cada vez mais seus Data Centers, o desempenho, as vantagens de liberdade e flexibilidade do armazenamento definido por software serão cada vez mais percebidos – além do desempenho e da disponibilidade. Isso os ajudará a gastar menos tempo em tarefas repetitivas e expandir a tecnologia para cobrir mais de sua área de cobertura de TI, incluindo cargas de trabalho adicionais ou ainda cargas de trabalhos mais complexas.