PORQUE O OBJECT STORAGE NA NUVEM PODE SER ADEQUADO PARA A SUA EMPRESA

Compartilhe:

Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Os serviços de armazenamento em nuvem se ampliaram exponencialmente na última década, em grande parte devido à proliferação de repositórios baseados em objetos de baixo custo, que se mostraram ideais para muitas das cargas de trabalho atuais em hiperescala. O armazenamento em bloco, por outro lado, permaneceu principalmente on-premises, suportando cargas de trabalho críticas e com uso intensivo de dados.
Compartilharemos aqui algumas informações sobre como o armazenamento de objetos baseado na nuvem pode ser uma boa solução para armazenar, arquivar, fazer backup e gerenciar grandes volumes de dados estáticos ou não estruturados, de maneira confiável, eficiente e acessível.

 

  O que é Object Storage?  

O armazenamento de objetos (object storage), também chamado de armazenamento baseado em objetos (object-based storage), é uma arquitetura de armazenamento de dados para lidar com grandes quantidades de dados não estruturados. São dados que não estão em conformidade ou não podem ser organizados facilmente em um banco de dados relacional tradicional, com linhas e colunas. Atualmente, os dados que trafegam na Internet, em sua grande maioria, não são estruturados. Isso inclui e-mail, vídeos, fotos, páginas da Web, arquivos de áudio, dados de sensores e outros tipos de mídia e conteúdo da Web (textual ou não textual). Esse conteúdo é transmitido continuamente a partir de mídias sociais, mecanismos de pesquisa, dispositivos móveis e dispositivos “inteligentes”.
Uma pesquisa de mercado da IDC estima que os dados não estruturados provavelmente representarão até 80% de todos os dados no mundo até 2025. Em função disso, as empresas estão chegando à conclusão que é difícil armazenar e gerenciar de forma eficiente (e acessível) esse volume sem precedentes de dados.
O armazenamento baseado em objetos surgiu como um bom método para arquivamento e backup de dados. Ele oferece um nível de escalabilidade impossível de obter com o armazenamento tradicional baseado em arquivos ou blocos. Com o armazenamento baseado em objetos, você pode armazenar e gerenciar volumes de dados da ordem de Terabytes (TBs), Petabytes (PBs) e até mais.
Com o armazenamento de objetos, os dados e seus metadados são empacotados em unidades distintas, ou objetos, armazenados em um ambiente de dados estruturalmente plano, que pode abranger vários sistemas de rede e limites geográficos. Para acessar os dados, os aplicativos precisam usar apenas chamadas comuns de API RESTful baseadas em HTTP, como PUT, GET ou POST, simplificando o processo de acesso e gerenciamento de dados.
Os metadados associados a cada objeto incluem um identificador exclusivo e podem incluir informações personalizadas, que fornecem mais contexto aos dados básicos. Por exemplo, os metadados podem incluir detalhes sobre o aplicativo correspondente, o nível de proteção de dados a ser atribuído ao objeto ou outras informações que suportam políticas para retenção, roteamento e exclusão de dados. Metadados eficazes também podem ser muito úteis na realização de análises avançadas.

 

  Principais benefícios do Object Storage  

Há muitos motivos para considerar uma solução baseada em armazenamento de objetos para armazenar seus dados, particularmente nesta era da Internet e das comunicações digitais que produzem grandes volumes de dados multimídia baseados na Web, a uma taxa crescente. Os principais benefícios do armazenamento de objetos são:
Armazenamento e gerenciamento de dados não estruturados
O armazenamento de objetos está sendo amplamente adotado na era da computação em nuvem, para o gerenciamento de dados não estruturados que, segundo os analistas, representará a grande maioria dos dados em todo o mundo no futuro próximo.
O armazenamento de objetos baseado na nuvem é ideal para retenção de dados em longo prazo. Use o armazenamento de objetos para substituir arquivos tradicionais, como NAS (Network Attached Storage), reduzindo sua infraestrutura de TI. Arquive e armazene facilmente dados regulatórios obrigatórios, que devem ser retidos por longos períodos de tempo. Preserve de maneira econômica, grandes quantidades de conteúdo de mídia avançada (imagens, vídeos etc.) que não são acessados com frequência.
Escalabilidade
A escala ilimitada é talvez a vantagem mais significativa do armazenamento de dados baseado em objetos. Objetos ou unidades individuais de dados (em qualquer quantidade) são armazenados em um ambiente de dados estruturalmente plano, dentro de um dispositivo de armazenamento, como um servidor. Você simplesmente adiciona mais dispositivos ou servidores em paralelo a um cluster de armazenamento de objetos, para processamento adicional e para suportar as taxas de transferência mais altas exigidas por arquivos grandes, como vídeos ou imagens.
Complexidade reduzida
O armazenamento de objetos reduz a complexidade que acompanha um sistema de arquivos hierárquico, com pastas e diretórios. Há menos potencial de perda de performance e você ganhará eficiência ao recuperar dados, pois não há pastas, diretórios ou hierarquias complexas para navegar. Isso melhora o desempenho, principalmente ao gerenciar quantidades muito grandes de dados.
Recuperação de desastres e disponibilidade
É possível configurar sistemas de armazenamento de objetos para que eles repliquem o conteúdo. Se um disco em um cluster falhar, um disco duplicado estará disponível, garantindo que o sistema continue em execução sem interrupção ou degradação de desempenho. Os dados podem ser replicados em nós e clusters e entre datacenters distribuídos para backup adicional off-site e até mesmo em diferentes regiões geográficas.
Metadados personalizáveis
Lembre-se de que cada objeto é um repositório independente, que inclui metadados ou informações descritivas associadas a ele. Os objetos usam esses metadados para funções importantes, como políticas de retenção, exclusão e roteamento, estratégias de recuperação de desastre (proteção de dados) ou validação da autenticidade do conteúdo. Você também pode personalizar os metadados com um contexto adicional que pode ser extraído e aproveitado posteriormente, para realizar insights de negócios e análises de dados sobre atendimento ao cliente ou tendências de mercado, por exemplo.
Acessibilidade
Os serviços de armazenamento de objetos na nuvem são pré-pagos e não incorrem em custos iniciais ou investimento de capital. Você simplesmente paga uma taxa de assinatura mensal por uma quantidade especificada de capacidade de armazenamento, recuperação de dados, uso de largura de banda e transações de API. Os preços geralmente são baseados em camadas ou em volume, o que significa que você pagará menos por volumes muito grandes de dados.
Compatibilidade com a nuvem
O armazenamento de objetos anda de mãos dadas com a nuvem ou ambientes hospedados, que fornecem armazenamento multiusuário como um serviço. Isso permite que muitas empresas ou departamentos de uma empresa compartilhem o mesmo repositório de armazenamento, cada um tendo acesso a uma parte separada do espaço de armazenamento. Essa abordagem de armazenamento compartilhado otimiza a escala e os custos. Você reduzirá a infraestrutura de TI no local da sua organização, usando armazenamento em nuvem de baixo custo, mantendo os dados acessíveis quando necessários.

 

  Armazenamento de Objeto x Arquivo x Bloco  

Os métodos de armazenamento evoluíram para atender à natureza mutável dos dados. Os dados podem ser transacionais e coletados em volumes menores e organizados de maneira eficiente em um banco de dados localizado em uma unidade de disco em um servidor. O armazenamento baseado em arquivo e o armazenamento baseado em bloco são adequados para esse tipo de dados estruturados e continuam a funcionar bem em determinados cenários. Mas a Internet mudou tudo. As organizações lutam para gerenciar volumes crescentes de conteúdo digital baseado na Web (dados não estruturados). O armazenamento baseado em objetos pode enfrentar esse desafio.
Na tabela abaixo estão apresentadas as principais características, aplicações, vantagens e desvantagens de cada opção.

 

 

É provável que sua empresa tenha diferentes necessidades de armazenamento, dependendo dos requisitos de velocidade e desempenho de suas operações de TI. Avalie atentamente os métodos de armazenamento baseados em arquivo, bloco e objeto, pois cada um tem suas próprias vantagens e desvantagens. Você pode achar que uma combinação dessas arquiteturas atenderá melhor às suas necessidades de armazenamento de dados.
Tome suas decisões com maior confiança. Agende uma conversa conosco aqui.

 

Fontes:

Understanding object storage vs. block storage for the cloud”, TechTarget, 2020.
Object Storage”, IBM Cloud Education, 2019.

Compartilhe:

Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print