Sem planejamento adequado, você pode terminar com baixa performance

Sem planejamento adequado, você pode terminar com baixa performance

Compartilhe:
Garantir que o departamento de TI da sua organização esteja pronto para implementar uma infraestrutura convergente ou hiperconvergente é vital para uma transição bem-sucedida. O planejamento da infraestrutura de TI é fundamental.
As plataformas de infraestrutura convergente (Converged Infrastructure ou CI) e hiperconvergente (Hyper Converged Infractructure ou HCI) têm muito em comum, portanto, alguns elementos do planejamento da infraestrutura de TI para convergência e hiperconvergência são semelhantes. Entretanto, a CI e a HCI apresentam diferenças significativas quando se trata de expandir os recursos de TI.
Com a CI, cada componente pode atuar sozinho e é fácil escalar partes individuais. Por exemplo, você pode adicionar mais armazenamento ou CPUs, simplesmente adicionando uma caixa. Com a HCI, adicionar componentes individuais é quase impossível. Você deve adicionar outro nó inteiro para aumentar qualquer recurso. A expansão dessa maneira, no entanto, aumenta todos os recursos igualmente nas plataformas hiperconvergentes.
A etapa mais importante no planejamento de CI ou HCI é determinar quais aplicativos serão executados. Depois de determinar isso, analise os padrões dos aplicativos para encontrar gargalos e evitar problemas como boot storms (degradação temporária do desempenho da rede, que ocorre quando muitos usuários finais inicializam seus computadores e efetuam login na rede ao mesmo tempo). Essas informações permitem ver quanto as aplicações de armazenamento, rede e computação consomem nos horários de pico de uso e provisionam a quantidade certa de recursos.

 

  Escolhendo entre Convergente e Hiperconvergente 

Os aplicativos que você executará determinarão se a IC ou a HCI é a escolha certa para sua organização. Se o uso final for máquinas virtuais (VMs), a HCI provavelmente é o melhor caminho a percorrer. A maioria das VMs compartilhará o mesmo perfil de recursos, ou seja, quantidade de armazenamento, computação e rede, dessa forma, escalar com a HCI faz mais sentido.
Com um banco de dados, a necessidade de escalar componentes individuais, como armazenamento, pode fazer da CI a melhor escolha. Além disso, a maneira como a HCI usa o hipervisor para gerenciar a atividade de rede pode resultar em desempenho de rede menor do que na CI, onde a rede geral ainda é gerenciada fora da CI.
Isso não significa que a HCI nunca será a escolha certa para um banco de dados. Se o crescimento da capacidade de armazenamento, as demandas de computação e o acesso à rede forem bastante estáticos, as plataformas hiperconvergentes funcionarão.

 

  Planejamento específico para CI e HCI 

O aspecto mais importante do planejamento da infraestrutura de TI, se a opção for CI, é o crescimento de componentes individuais no sistema. As projeções de crescimento para as demandas de armazenamento geralmente são as mais dinâmicas. Embora a CI ofereça flexibilidade para expandir componentes individuais ad hoc, o planejamento adequado da expansão ajudará a manter os custos baixos e o tempo de atividade alto.
A equipe se torna um dos elementos importantes no planejamento da infraestrutura de TI quando a escolha é HCI. As projeções de crescimento para o número de usuários finais de VMs determinarão a necessidade futura de expandir o sistema HCI. Além disso, o gerenciamento mais fácil da HCI sobre a CI e as arquiteturas tradicionais de data center significam que seu departamento pode precisar de menos funcionários, o que resulta em economia.
Embora a CI e a HCI resolvam os problemas de infraestrutura de TI em várias camadas, elas são muito diferentes. A CI é baseada em hardware enquanto a HCI é executada via software.
A CI contém componentes de hardware diferentes, o que significa que você pode desconsiderá-la em alguns casos e usar dispositivos stand-alone ​​da forma tradicional. Por exemplo, o servidor pode ser removido e utilizado de forma separada e você pode isolar e usar unidades de armazenamento individuais de forma independente.
Como a HCI é baseada em software, todos os componentes devem ser gerenciados juntos. Eles geralmente são menos personalizáveis ​​e os usuários renunciam a algum controle sobre o que obtêm da instalação inicial. No entanto, usar software significa que você pode começar com uma certa quantidade de armazenamento e aumentar conforme necessário a um custo relativamente baixo. O hardware físico da CI deve ser comprado e instalado quando for necessário mais espaço, o que pode acabar custando muito.
Do ponto de vista do custo inicial, a HCI será mais cara, pois é necessário comprar licenças de software e outras semelhantes. Mas opte pela HCI se você preferir um custo inicial mais alto, para obter taxas de manutenção muito mais baixas no futuro.

 

  Conclusão 

Colocar “hiper” na frente de uma palavra implica em um significado mais poderoso para o contexto original do termo. No entanto, essa relação não é verdadeira no caso de infraestrutura convergente e infraestrutura hiperconvergente. Essas soluções convergentes mesclam os componentes de armazenamento, computação e rede em um data center, mas os sistemas podem alcançar resultados semelhantes de maneira diferente.
Queremos conhecer sua opinião:
Que aspectos de TI você considera mais importantes quando fizer um planejamento para uma plataforma Convergente ou Hiperconvergente?
Escreva na área de comentários abaixo.

 

O Grupo Qualität é formado pelas integradoras Qualität IT e O2TB, somos uma consultoria que auxilia nossos clientes a se preparar para os desafios da Transformação Digital e a obter a agilidade, rapidez e escalabilidade necessárias para melhorar a experiência dos seus clientes e oferecer melhores produtos e serviços de forma mais rápida.
Com mais de 20 anos de experiência, estamos preparados para acelerar e impulsionar os nossos clientes e a criar parcerias duradouras e agregadoras.
Tem um projeto em mente? Entre em contato conosco.