STORAGE OTIMIZADO PARA WORKLOADS COMPLEXOS

STORAGE OTIMIZADO PARA WORKLOADS COMPLEXOS

Compartilhe:

Muitos dos problemas que as organizações enfrentam hoje estão relacionados com dados. A maioria das organizações tem grandes volumes de dados, que estão crescendo rapidamente e que são isolados e difíceis de consolidar. Esses desafios criam uma “lacuna de informação de valor”, na qual as organizações não são capazes de analisar adequadamente seus dados e, assim, capitalizar o seu valor.

Os métodos tradicionais de análise de dados não são suficientes para muitas organizações que lidam com dados em uma escala de petabytes. No entanto, a promessa da análise autossuficiente de dados, baseada em inteligência artificial e aprendizado de máquina apresenta um caminho à frente, mas muitas organizações não sabem por onde começar.

Embora extrair inteligência seja um problema comum quando falamos de dados, outro ponto a observar é a inovação. Os dados de uma organização são a base perfeita para os desenvolvedores de aplicativos e administradores de bancos de dados.

Trabalhar com dados reais em um ambiente de desenvolvimento pode depurar erros, prever o desempenho da produção e identificar mais cedo melhorias no ciclo de vida de desenvolvimento. No entanto, muitas organizações somente fornecem aos seus desenvolvedores conjuntos de dados fictícios, que diferem significativamente dos dados de produção. Isso cria problemas e incertezas no ciclo de vida de desenvolvimento e retarda a inovação.

 

  O armazenamento de dados pode trazer ainda mais problemas 

Atualmente, as organizações têm inúmeras opções disponíveis quando se trata de armazenar seus dados. Há uma série de soluções e serviços on e off-premises, todos com perfis de custo-benefício diferentes e mutáveis. No entanto, muitas organizações são incapazes de migrar dados de maneira ágil, para garantir que estejam em uma localização que possibilite um ótimo desempenho, com os menores custos possíveis e, se os requisitos mudarem, a organização não estará engessada de forma proibitiva na escolha da plataforma.

Muitas empresas enfrentam uma combinação de muitos ou de todos esses problemas com seus dados. Qualquer que seja o alcance e a extensão de tais problemas, eles invariavelmente se combinam para reduzir o valor dos dados de uma organização.

É fundamental implementar soluções para esses problemas com dados. Para ajudar, a IBM desenvolveu uma visão para as organizações: implementar infraestrutura de armazenamento híbrida, habilitada para multicloud, que moderniza as cargas de trabalho tradicionais e é otimizada para executar cargas de trabalho de próxima geração, permitindo que elas operem como empresas dinâmicas “orientadas por dados”.

O conjunto de características que determinam se uma organização atingiu essa visão é conhecido como maturidade de armazenamento.

Uma pesquisa conduzida pelo Enterprise Strategy Group (ESG) valida fortemente a premissa de que as organizações que tomaram as medidas prescritas por essa visão de Maturidade de Armazenamento estão mais bem posicionadas para aproveitar o poder de seus dados e desfrutar de uma vantagem competitiva sobre seus pares.

Os benefícios que as organizações podem alcançar, avançando na sua maturidade de armazenamento, são variados e incluem:

Fonte: The Enterprise Strategy Group, Inc

 

  Definindo uma visão de maturidade de armazenamento 

A maturidade de armazenamento pode ter diferentes significados para diferentes organizações, mas para aplicar um modelo consistente baseado em dados, é preciso formular características concretas, por meio das quais as organizações podem ser avaliadas. O ESG desenvolveu um modelo de três pilares para avaliar a maturidade de armazenamento, que acreditamos objetivamente considerar características organizacionais que são imparciais e amplamente aplicáveis às organizações atuais:

Infraestrutura pronta para dados

Este pilar se refere à capacidade da infraestrutura da organização de armazenar, gerenciar e executar em um nível exigido por uma organização moderna centrada em dados. Avalia a propensão de uma organização para utilizar armazenamento flash de alto desempenho, para possibilitar cargas de trabalho on-premises e implantar soluções definidas por software, que agrupam recursos de armazenamento e recursos abstratos de gerenciamento em uma única visão. Organizações com ambas as características têm infraestruturas de dados que combinam a facilidade de gerenciamento em escala com alto desempenho, uma base adequada para a maturidade de armazenamento.

Reutilização estratégica de dados secundários

Este pilar avalia a capacidade do armazenamento da organização de suportar iniciativas de análise de dados e desenvolvimento de aplicativos. Avalia se a organização pode fornecer cópias prontas para a produção de dados da empresa, para que analistas de dados e desenvolvedores de aplicativos possam trabalhar. As organizações que oferecem suporte a esses grupos facilitam a inovação, usando a infraestrutura de armazenamento para mais do que apenas reter dados, uma característica constante em um ambiente de armazenamento maduro.

Workload e portabilidade de dados

Este pilar está relacionado com a capacidade da organização de migrar dados e cargas de trabalho para uma variedade de plataformas, com base nos requisitos e nos objetivos da organização. Este item avalia se a organização integrou aplicativos herdados ou desenvolveu aplicativos nativos da nuvem a partir do zero. Indo um passo além, foi medida a frequência com que as organizações estão migrando cargas de trabalho para diferentes ambientes locais e externos, para obter vantagens temporárias ou satisfazer um requisito em constante mudança. Organizações com um alto grau de portabilidade de dados e carga de trabalho provavelmente estão operando um ambiente multicloud altamente flexível e com custos otimizados.

 

  A importância da maturidade de armazenamento 

Por que a maturidade de armazenamento é importante? Simplificando, a pesquisa da ESG descobriu que as organizações que obtiveram a designação de Líderes relataram os melhores resultados em muitos indicadores-chave de desempenho (KPIs) e características, incluindo: sucesso nos negócios, eficácia das operações de TI, alcance da agilidade multicloud e avanço das iniciativas de inteligência artificial.

Além disso, a tendência crescente observada em todos os níveis de maturidade foi extremamente consistente em todo o amplo espectro de KPIs incluídos na pesquisa. Embora em níveis diferentes, foi observado que os KPIs melhoraram de forma incremental em cada nível do espectro.

 

  Melhores resultados de negócios 

A TI existe para dar suporte ao negócio. Se houver atividades que a TI possa realizar para melhorar os resultados de negócios, essas atividades valerão a pena. Na pesquisa do ESG, as organizações em alinhamento com os princípios estabelecidos no modelo Maturidade de Armazenamento, ou seja, aquelas reconhecidas como Líderes, reportaram consistentemente o mais alto nível de desempenho dos negócios em todas as métricas incluídas na pesquisa. Em resumo, existe uma forte correlação entre organizações que alcançaram o status de Líder em armazenamento e as organizações de maior sucesso no mercado.

Os desafios no caminho de sua organização em direção à maturidade de armazenamento podem ser superados com o acompanhamento de uma consultoria experiente, capaz de desenvolver uma estratégia e um planejamento adequados, que oriente tanto as decisões referentes às soluções técnicas e conceituais, visando atender as necessidades corporativas, com o melhor retorno sobre o investimento. Consulte-nos.

 

Fonte: ESG Research Insights Paper: Analyzing Outcomes Delivered by Modern Multicloud Storage Environments Optimized for Next-generation Workloads